Copa do Mundo deve ser vista como oportunidade para o varejo
06/04/2018
No Quadro Cine Flix: Era uma vez o supermercado…
12/04/2018

Exposição correta na gôndola pode resultar na rentabilidade do varejo

Lançamento Flix do Varejo!

Produtos certos, nos locais certos podem remeter a muito mais do que apenas organização da loja. A exposição de itens nas gôndolas pode ajudar a aumentar a rentabilidade no varejo e, com um gerenciamento de categoria bem planejado, contribuir para um faturamento até 20% maior de determinadas categorias do que o praticado no ponto de venda.

No Quadro Flix Entrevista o especialista em Gerenciamento de Categorias (GC), Dênis Salum, explica quais os produtos o varejista deve expor nas gôndolas para não pecar pelo excesso e dá algumas dicas de como alcançar o sucesso nos negócios a partir desse ponto de partida. São dois vídeos novinhos disponíveis a partir desta terça-feira (10) para assinantes do Flix do Varejo.

O primeiro passo é o varejista saber identificar os produtos com maior saída e, dessa forma, mais importantes para se ter em exposição. “O lojista possui a crença de que ele tem que ter todas as marcas. Só que a loja dele é limitada então ele tem que saber quais são as marcas que devem ser mantidas e os itens que mais vendem”, ressaltou Salum.

Segundo o especialista, para o pequeno e médio varejista fica mais difícil essa identificação e por isso a atenção deve ser ainda mais minuciosa para poder verificar o mix e não perder tempo, nem energia, com produtos que não precisariam de tanta evidência.

A melhor forma de saber trabalhar esse quesito é por meio de relatórios que também vão nortear o dono da loja na hora de escolher os produtos novos que devem ser incluídos ao mix, principalmente no caso de hipermercados.

O Flix do Varejo oferece uma ferramenta online para auxiliar o lojista no GC com base no planograma de gôndola conforme o tamanho da loja, categoria de produtos, tamanho de gôndolas e região onde está localizado o ponto. Clique aqui para ser um assinante e ter acesso exclusivo ao software.

Um outro erro comum que o varejo acaba cometendo e que também compromete o faturamento da loja é na hora de optar pela inclusão de novos itens. “A indústria faz muita pressão para que o lojista inclua novos itens e, se não tiver regras claras, ele vai acabar de novo enchendo a gôndola desnecessariamente. Ele precisa observar primeiro claramente o crescimento do produto, qual o desempenho dele nas prateleiras e se não corresponder, tirá-lo de lá”, observou Dênis.

As promoções também demandam atenção e planejamento para dispor os produtos nas gôndolas. O mais interessante é que o varejista consiga criar um ponto extra dentro da loja para colocar os itens promocionais e dar a eles maior evidência.

Por fim, para alcançar todos os resultados rumo a uma maior rentabilidade do negócio, aliando ao melhor custo-benefício, é preciso ter a consciência de que é necessário fazer um gerenciamento de categoria bem feito, utilizando-se de recursos como cronogramas, relatórios e sistemas.

Assista aos vídeos da entrevista com Dênis Salum na íntegra pelo canal Flix Entrevista e fique ainda mais informado com o conteúdo exclusivo da ferramenta voltada para o varejo.

Assine agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *