Como a ginástica laboral contribui para a produtividade no trabalho
29/03/2018
VAGAS Flix expande recrutamento e seleção para agropecuário e pet shop
05/04/2018

Mercado farmacêutico desponta e demanda varejo mais qualificado

O Brasil está em sexto lugar no ranking de setor farmacêutico e se destaca entre os países que têm todos os olhares da indústria voltados para concentração de investimentos. Mas o mercado nacional ainda tem muito para crescer e pensar à frente do seu tempo é literalmente comemorar pelo sucesso dos negócios.

Entre abril de 2015 e janeiro de 2016, o setor faturou cerca de R$ 66 bilhões e apresentou crescimento de 10% em relação ao período de um ano antes. As vendas em 2017 também atingiram patamar positivo com um montante de aproximadamente 1,8 bilhão de medicamentos comercializados, segundo os dados do IMS Health.

O consultor farmacêutico, Cleuber Pacheco, conversou com o Flix Entrevista para falar sobre o momento que o segmento farma vive e orienta os varejistas a aproveitar as oportunidades para estimular o crescimento nas vendas e a consequente satisfação do consumidor.

Segundo o especialista, para pensar em crescimento é preciso considerar os investimentos com capacitação e estar aberto a se modernizar o tempo todo, já que o mercado se inova a passos rápidos.

“O proprietário da farmácia às vezes não conta com muito treinamento e deixa um pouco a desejar. É importante percebermos a situação atual em que nós vivemos. Em uma era de turbulência, como hoje, nós vivemos problemas novos a cada dia então para enfrentar situações novas nós não podemos olhar para essas situações com a mesma ótica do passado. Precisamos ver o que há de novo no mercado”, disse Pacheco.

Uma farmácia não se trata de varejo tradicional. O pequeno e o médio empresário devem levar em consideração que as lojas são um ambiente de saúde e é necessário se qualificar para conseguir atingir o desafio de transformar esse ambiente em um ponto para promoção da saúde, não apenas um local que trata a doença.

A qualificação também é importante diante à carência da população por um atendimento mais personalizado. Por isso, apostar no marketing de relacionamento e a fidelização de clientes por meio de um acompanhamento mais técnico é sair em vantagem.

“O gestor se qualificando e tendo uma visão do negócio dele, os funcionários também passam por isso já que vão deixar de ser simples balconistas para serem agentes de saúde, prontos para darem informação técnica e promover o uso racional de medicamentos”, destacou o consultor.

A Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) aponta que essa situação já é uma realidade do país. A tendência é de que os profissionais farmacêuticos que antes apenas decifravam prescrições médicas, aplicarão vacinas e utilizarão seus conhecimentos nos consultórios farmacêuticos e acompanharão os tratamentos prescritos pelos médicos.

Seja um assinante Flix do Varejo e assista na íntegra a essa e outras entrevistas com profissionais capacitados.

O Flix é a primeira plataforma streaming do Brasil para o segmento que reúne conteúdo para aprimoramento estratégico em formato de vídeos, e-books de varejo, artigos, entrevistas, séries, notícias do mercado, e muito mais.

São conteúdos e dicas para o varejista profissionalizar ainda mais o próprio negócio e conseguir aumentar o faturamento.

Assine agora o Flix do Varejo e tenho acesso a esse um leque de informações.

Assine agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *